sexta-feira, 19 de maio de 2017

Dor na sola do pé pode ser sintoma de Fascite Plantar

 Uma nova modalidade de esporte cresce pelas ruas da cidade: a corrida de rua. Para quem pratica , os pés podem ser foco de lesões devido à natureza da atividade física. E um dos problemas mais comuns nessa parte do corpo é a fascite plantar. Ela é sentida através de uma fisgada na planta do pé, que aparece porque a área tem uma curvatura natural e precisa se acomodar ao solo. Ou seja, essa tensão acaba sobrecarregando suas estruturas. O excesso de uso pode gerar inflamação, dor e rigidez na região.

Leia matéria completa no  link: http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20470

quinta-feira, 11 de maio de 2017

O chiado da ansiedade

Livrar-se do chiado de uma TV é fácil. Há controles remotos eficazes. Problema resolvido. Já livrar-se do chiado da ansiedade requer alguns passos. É preciso compreendê-los e ter persistência. E para essa persistência, dou o nome de 99 suspiros.
Tempo atrás, na época dos aparelhos de TV em forma de caixão, pessoas iam dormir com a TV ligada. Era comum despertarem na madrugada escutando um chiado. Abrindo os olhos, via-se um chuvisqueiro cinza na tela. Fechavam os olhos para dormir de novo, mas o chiado não deixava. Era preciso desligar o aparelho.

Saiba mais no link Revista Saúde & Lazer - Notícia na íntegra

9 Mitos e verdades da H1N1

Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) tira as principais dúvidas sobre a gripe que atinge a maioria dos Estados do país e causa grande preocupação na população
No Brasil, é comum as pessoas chamarem qualquer início de espirros e garganta arranhando de gripe. Há uma banalização do termo gripe. O que na maioria das vezes é um resfriado, ou até mesmo rinite alérgica - que nem é uma doença infecciosa, é chamado popularmente de gripe. Por exemplo, as crianças têm em média oito resfriados no ano, sendo mais comum quando frequentam creches (e podem chegar até 12 recorrências no ano).

Ronaldo Zonta, médico de família e comunidade, membro da SBMFC, desmistifica a H1N1 com as principais dúvidas da população. “Atitudes simples como hábitos saudáveis, evitar lugares fechados e aglomerados, lavar e higienizar as mãos e manter a hidratação com água, são medidas que previnem e tratam a H1N1”, explica Zonta.

Confira mitos e verdades da H1N1: Revista Saúde & Lazer - Notícia na íntegra

Quando procurar um geriatra?

A geriatria é a especialidade médica que atende idosos, considerando as mudanças anatômicas, funcionais e psicológicas que fazem parte do processo natural de envelhecimento. Para a Dra. Franciele Rigloski Menezes, Geriatra do Plunes Centro Médico - Curitiba, o acompanhamento de um geriatra é importante para ajudar na compreensão das mudanças que o corpo sofre por conta do envelhecimento, fator que pode garantir mais segurança e qualidade de vida. Esse especialista é capacitado com conhecimentos de diferentes áreas, como clínica médica, cardiologia, psiquiatria, neurologia, pneumologia, nefrologia, entre outros, e, por isso, o tratamento é feito de forma holística.

Cconfira no link   Revista Saúde

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Por que soluçamos?

A respiração é uma boa aliada nos momentos de crise
Você está no meio de uma conversa e – de repente – começa a soluçar. O que fazer para acabar com esse incômodo? Primeiro, vamos entender melhor o que é o soluço: é um reflexo e ocorre por causa da contratura involuntária ou espasmo do músculo que separa o pulmão do abdômen, conhecido como diafragma. Quando este músculo contrai, o tubo respiratório fecha (a glote fecha), o ar não passa para os pulmões, em vez disso entra no estômago, e ao ser expulso surge um ruído característico, o soluço.

Leia matéria completa no link http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20463

terça-feira, 9 de maio de 2017

A LEGALIZAÇÃO DOS “PUXADINHOS”

No meu dia a dia como advogado atuante, entre outras, na aérea imobiliária, me deparo com frequência com, a seguinte situação: alguém, por força de casamento ou união estável ou outro motivo qualquer constrói uma casa, um “puxadinho” sobre uma casa que já existia em determinado terreno. Terrenos esses geralmente de algum parente. Essa prática é comum, principalmente na periferia das grandes cidades e, geralmente acaba em grande confusão , e na justiça. Quando, por algum motivo ocorre a separação, o fim da união estável ou o falecimento de alguns dos envolvidos na situação começam os problemas.

Saiba mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20461

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Uso excessivo de internet e celular podem levar ao vício

Psicóloga alega que principais sintomas são angústia e sensação de desconforto
De acordo com pesquisa realizada pela Google e divulgada este ano, 73% dos brasileiros que possuem smartphones não saem de casa sem eles. É fato: a  tecnologia está definitivamente presente na vida cotidiana. Seja para consultar informações, conversar com amigos e familiares ou apenas entreter, a internet e os celulares não saem das mãos e mentes das pessoas.

Por esse motivo, especialistas alertam: o uso excessivo dessas ferramentas pode viciar. Apesar de o distúrbio ainda não constar no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais – DSM-V, estudos recentes apontam que as mudanças causadas no cérebro pelo abuso na utilização da web e Whatsapp são similares aos efeitos de drogas químicas, como o álcool e até a cocaína.

Leia mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20460