segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Praias e piscinas pedem atenção redobrada com os olhos



Oftalmologista do H.Olhos – Hospital de Olhos Paulista dá dicas de prevenção e cuidados para aproveitar o melhor da estação
O verão está no auge, com muitas pessoas de férias e aproveitando as altas temperaturas para se refrescar nas praias e piscinas. É um período para relaxar, mas sem deixar de lado alguns cuidados com a saúde dos olhos. Para evitar situações que estraguem o momento de descanso, o Dr. Ibraim Viana Vieira, oftalmologista do H.Olhos – Hospital de Olhos Paulista, elenca algumas dicas.

Leia mais no http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20437

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

ACIBARRINHA - Associação Comercial e Industrial do Largo da Barra, Itanhangá, Joá, Joatinga e Adjacências

Um Café da Manhã para a apresentação do Projeto SEGURANÇA PRESENTE com o Dr. Rodrigo Taveira, representante da ACBS - Associação Comunitária Bairro Seguro, este apresentou o Projeto da Central de Monitoramento das Câmeras, ontem (12/01), na sede da ACIBARRINHA.
Estiveram presentes: Luiz Igrejas - Pres. da AMAR, José Britz - Pres. da AMASCO, Kleber Machado – Pres. da BARRALERTA, Sergio Andrade - Pres. FEBARRA, Diretoria da AMOB, empresários e moradores da nossa região.
Todos acreditam que a implantação deste projeto é de suma importância interesse para a nossa comunidade.


Leia mais em www.saudelazer.com

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

As altas temperaturas do verão brasileiro exigem medidas e cuidados para combater e prevenir o câncer da pele que é o de maior incidência no Brasil e nos demais países. Pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) aponta que 4,5 milhões de brasileiros já tiveram câncer da pele.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que, no ano 2030, serão registrados 27 milhões de casos novos de câncer, 17 milhões de mortes pela doença e 75 milhões de pessoas vivendo com câncer. “O maior efeito desse aumento incidirá em países em desenvolvimento. No Brasil, o câncer já é a segunda causa de morte por doenças, atrás apenas das doenças do aparelho circulatório” alerta a dermatologista Marcela Benez, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A pesquisa aponta, ainda, que mais de 100 milhões de brasileiros se expõem ao sol de forma intencional nas atividades de lazer, 3% dos brasileiros não usam protetor solar no seu dia a dia e 6 milhões de brasileiros adultos não se protegem de forma alguma quando estão na praia, piscina, cachoeira, banho de rio ou lago. O estudo indica, também, que - dos entrevistados que têm filhos até 15 anos - 20% dessas crianças e adolescentes não se protegem de forma alguma nas atividades de lazer. Se a análise incluir as classes D/E, o percentual sobe para 35%. Erros comuns, que as pessoas cometem no cuidado com a pele, aumentam a incidência de câncer.

Leia mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20435

Aproveite as férias de janeiro em família no Hotel Fazenda Fonte Colina Verde


Várias piscinas para se refrescar no calor, atividades de lazer para todas as idades e atrações especiais. Quem quer curtir as férias de janeiro com muita a diversão e ao lado de toda a família tem como opção imperdível o Hotel Fazenda Fonte Colina Verde. Com uma estrutura e uma área de lazer completas, o Hotel fica na Estância Turística de São Pedro, interior de São Paulo, a apenas 180 km da capital paulista.

Leia mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20434

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Perda muscular pode gerar incapacidade e dependência funcional em idosos

Pesquisa nacional da UNIFESP aponta que condição é pouco conhecida e seus sintomas são confundidos com a fragilidade natural da idade

São Paulo, janeiro de 2017 – Autonomia e independência são desejos das pessoas para a velhice. Para aliar longevidade e vitalidade, é preciso cuidar do corpo para que ele se mantenha saudável com o passar do tempo. A saúde dos músculos é fundamental na manutenção da mobilidade e da liberdade em idosos. Negligenciar esse aspecto pode comprometer a qualidade de vida e o bem-estar nessa fase. A perda muscular (Sarcopenia) é caracterizada pela perda de massa, força e funcionalidade dos músculos, especialmente nos membros superiores e inferiores. É uma condição progressiva e silenciosa, natural do envelhecimento, que acometerá a todos, em maior ou menor medida, ao longo da vida. O problema limita a capacidade de executar atividades cotidianas, além de contribuir para um maior risco de quedas, fraturas e hospitalizações entre idosos, impedindo uma velhice plena e independente.

Saiba mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20431

Suplementação alimentar inovadora chega ao mercado para combater a perda muscular

Extima® colabora no fortalecimento dos músculos para uma vida com mais movimento e liberdade; Tecnologia inédita permite aumento da massa magra corporal, da força muscular e a diminuição da gordura corporal

São Paulo, janeiro 2017 – Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população idosa e adulta que sofre com a perda muscular e suas implicações, o laboratório Apsen traz ao mercado uma pioneira e inovadora terapia de suplementação alimentar: Extima®. O mais recente lançamento da farmacêutica brasileira traz em sua composição a tecnologia exclusiva de peptídeos bioativos de colágeno BodyBalance™, desenvolvida em parceria com a Gelita, referência mundial no desenvolvimento dessas moléculas. Quando associado a exercícios físicos, Extima® impulsiona o aumento da massa magra corporal, da força muscular e a diminuição da gordura corporal, contribuindo diretamente no combate à perda muscular.

Saiba mais em http://www.saudelazer.com/noticias-comentarios.php?uid=20432

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Pele protegida no Verão

Dermatologista ensina como prevenir problemas causados por radiação solar, calor e umidade.

Termômetros em alta são um convite a programas ao ar livre. Mas, sem proteção, passeios à luz do dia podem causar problemas como queimaduras, manchas e até câncer. A principal defesa contra esses males é o filtro solar. Segundo a dermatologista Marcela Benez, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologista-RJ, embora as pessoas estejam mais conscientes sobre a importância do uso do protetor, elas não aprenderam a utilizá-lo de maneira correta. “É comum ver pacientes com queimaduras porque não aplicaram o filtro em áreas como a parte de trás das orelhas, o pescoço, os ombros e os pés”, diz a especialista.

A incidência de raios solares não é a única causa de moléstias no verão. A combinação de calor e umidade favorece a proliferação de fungos e bactérias que desencadeiam doenças como as micoses. “O clima também é ótimo para os mosquitos, o que aumenta a incidência de surtos da dengue e de reações alérgicas a picadas” alerta Marcela, que abaixo dá as dicas para entrar e sair da estação mais quente do ano com a saúde em dia: